sexta-feira, 8 de junho de 2007

Tu és tudo, Suassuna

Estou aqui escrevendo viciadamente por influência de Cristiana, do Blogtalk, uma total junkie da Net. Ontem, mandei um e-mail para ela, culpando-a pelo resto da minha vida por mais essa compulsão. De repente, me dei conta: tenho 42 anos, pela expectativa de vida das pesquisas divulgadas pelo meu querido Bello, do IBGE, devo viver mais uns 40... Ai, meus sais... Não quero mais uma vida inteirinha pela frente, não. Ainda mais lembrando de tudo, ou quase tudo - isso vai depender da quantidade de copos esvaziados.
Cris, sábia, me falou do escritor Ariano Suassuna, um patrimônio nacional. Em recente programa na TV, Suassuna, no turbilhão das comemorações pelos seus 80 anos (próximo dia 16), se mostra surpreso: "Imagina o que não vão fazer nos meus 160!" Conversamos sobre Suassuna, nascido na Paraíba, mas morador de Recife desde a adolescência. Defensor da cultura nacional, suas obras já foram traduzidas para inglês, francês, alemão e até polonês, ele, porém, nunca saiu do Brasil. As explicações estão aí, numa entrevista a dada à Folha de S. Paulo, em 2003:

Folha - Você nunca viajou para fora do Brasil. Por quê?
Suassuna - É por isso que sou um viajante imaginário, como o narrador do meu romance. Não tenho que viajar, não. Conheço a Rússia melhor do que muito russo, através simplesmente de Dostoiévski, Gogol e Tolstói.
Folha - Certa vez uns colegas queriam mandá-lo para a França...
Suassuna - Foi, foi. Eles conseguiram uma bolsa do governo francês para eu estudar. Quando já estava quase tudo preparado, um deles disse: você tem que ir, porque um escritor brasileiro não conhece o Brasil se não fizer um curso na Europa. Aí eu disse: pois eu não vou mais, não. O gringo que quiser me conhecer agora tem que vir aqui, porque eu não vou lá. Eu era muito jovem quando disse isso, e não é que não se cumpriu, isso? Eu não fui lá e tem gringo que vem por aí para falar comigo. Esse orgulho eu tenho.
Folha - Existe algum país que você gostaria de conhecer?
Suassuna - Se Portugal e Espanha fossem ali em Alagoas, eu iria. Mas são muito longe.

3 comentários:

Luiz Bello disse...

Silvia, na verdade, vc deve viver mais uns 37 anos e seis meses, segundo a mais recente tábua de vida do IBGE. Mas isso é somente uma média. Pessoas com a vesícula cauterizada por álcool vivem bem mais que a média, vc sabe... E quem faz sexo com muito prazer vive mais ainda. Muito bonitinho esse seu blog. Muderno, cheio de coisas metrossexuais, como o Garamba e os tricolores... Parabéns! Frequentarei. Mil beijos!

Ana Silvia Mineiro disse...

Obrigada, meu bem. Só estou sofrendo por saber que uma vida muiiiito longa me aguarda. Quero não. Se bem que sexo com prazer é um belo de um incentivo.

Cristiana Soares disse...

Vc ainda vai me agradecer, no alto dos seus 80 anos.