terça-feira, 24 de julho de 2007

Os sub-30

Não sou pedófila. Já amei mais velhos, mais novos e da mesma idade. Mas tenho muitos motivos bons para concordar com Nelson Rodrigues: as mulheres têm que amar os bem mais novos por um tempo. Eles são audaciosos, não sabem o que é conseqüência. Sempre têm pressa para o amor e o desejo, assim como a fome, é enorme.
Trazem menos bagagem, um sorriso mais sincero, um cheiro mais forte, um beijo mais longo, uma pegada mais instintiva ou primitiva, vão mais fundo, famintos que sempre estão. E sorriem a cada milímetro de conquista e com a diversão que é fazer amor.
Consolam mais porque se desnorteiam com a dor, que ainda não entendem bem. Não se importam muito sobre o motivo do choro, só querem que passe logo. Conversam sobre árvores e aventuras. Lêem o mundo sem confusão; não filosofam, apenas descobrem.

3 comentários:

Carolina Nunes disse...

tomara que seja verdade..
vou aproveitar mais então. Às vezes não sabemos o que temos em mãos, não?
rs..
saudades de vc..
nosso aniversário está chegando.
O meu é dia 14..
vc já sabe o que vai fazer?

clamazonas disse...

esse texto num podia vir em melhor hora... sempre os vi como diversao pura e simples, mas agora veio um q ta derrubando meus tabus!!! afff, eh meio assustador, mas no momento mtooooo bom!!! amiga, se der chabu, conto c vc!!!
bjk
tiamu
fik bem
to feliz bagarai!!!

Ana Silvia Mineiro disse...

É mesmo, Carol, muitas vezes não sabemos o que temos em mãos e trocamos tudo por dor e solidão.
Saudades também.
A Inez está preparando a festa dos agostinos. Claro que tô dentro. E Vc também.
Agora para a Claudinha: viva sua paixão pelo sub-30. Isso é assim mesmo. Escrevi um mail pra vc.
Beijos às minhas queridas.